Delírio 1998

9 Jan

CONSIDERACOES SOBRE A CONDUTA ADOLESCENTE BURGUESA ASSOCIADA A ELITE MUSICAL PENSANTE

Me parece sensata a possibilidade desta combinação como fator de sucesso na realização individual e egocêntrica, fruto da vaidade natural humana.

A autoconfiança desempenha duas funções bem definidas no desenvolvimento artístico: fator de impulso e evolução, e fator de perda dos limites, fronteiras entre o acaso e a excêlencia.

Os medos se manifestam nas formas mais variadas. Aí reside a tendência da união, do sentimento de nulidade coletiva, afinal todos nós estamos no mesmo teatro de guerra, ou picadeiro , como preferirem.

O controle da tensão do ambiente possui uma força incrivelmente poderosa.

A própria dominação, a sua vontade, o seu delírio sem sentimento, é como biscoito de água e sal, convence mas não emociona.

O limite do atrito é regulado por uma correlação de forças muitas vezes antagônicas, as alianças são fundamentais, quanto mais forte, mais solicitado: informaçõess, notas de rodapé, fofocas e todas as modalidades de intrigas.

A combinação destas variáveis produz resultados muito curiosos e interessantes.

A grande dúvida no processo de construção de uma obra coletiva ( amor, parceria, pacto)  , forma de contribuição mais efetiva de cada indivíduo. Me parece esta construção muito mais interessante do que a simples realização do seu inconsciente – self centered.

Exige muito mais do que o meu , o nós…  É muito mais vivo, ele é a realização da vontade de Deus, que só pode ser a paz e a harmonia, por mais dolorosa, que seja a melodia , mesmo se tiveresse que desaparecer pra sempre de nossas almas.

Os músicos pensantes, em geral  não costumam escrever, não são os críticos, os pensantes fazem, os críticos acham, , achou, foda se , me toca um lá maior no violão, se nunca foi lá…, a fundo não tem como descrever , mas voltando ao pseudo músico pensante, desculpem eles atraem e são atraídos pelos prisioneiros dos condomínios e das regiões nobres, eles se cobiçam mutuamente, uns tem a vida, outros lutam por ela.

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out /  Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out /  Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out /  Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out /  Change )

w

Connecting to %s

%d bloggers like this: